Neste sábado, 25 de maio, o HELP – Hospital de Ensino e Laboratórios de Pesquisa fez história mais uma vez ao inaugurar suas usinas solares fotovoltaicas. De acordo com o Presidente do HELP, Dalton Gadelha, o hospital será o segundo na América Latina a operar com 100% de eletricidade gerada por painéis solares. Este marco é um grande passo para a sustentabilidade e eficiência econômica na área da saúde.

Durante a solenidade, o Presidente do HELP, pontuou o impacto na saúde pública e na gestão hospitalar com a construção da usina.

“O que estamos fazendo é nutrir os hospitais filantrópicos, como é o nosso caso, e sugerir aos políticos e gestores que façam isso nos hospitais públicos do Brasil inteiro, porque é uma economia muito grande que salva vidas, principalmente das crianças. Estamos vivendo uma situação de emergência em saúde pediátrica decretada pelo governo do estado da Paraíba, e assim, estaremos economizando para investir na pediatria e na obstetrícia. O que estamos fazendo aqui é uma grande conquista”, disse.

Ele ainda destacou a importância da equipe, mostrando que a colaboração, o comprometimento e a expertise dos profissionais envolvidos são fundamentais para transformar grandes ideias em realizações concretas. Dalton Gadelha ressaltou que “ter um time extraordinário é essencial para superar desafios e alcançar novos patamares. Poucas empresas na Paraíba podem contar com uma equipe tão dedicada e capacitada quanto a nossa, e é graças a esse esforço coletivo que estamos celebrando conquistas tão significativas”, afirmou.

Um dos coordenadores da equipe de engenharia da Fundação Pedro Américo, Épsilon Honorato, comentou sobre a relevância da usina.

“Essa usina tem importância para o HELP e para a sociedade. Não estamos falando só de uma usina que produz energia, mas de geração de vidas, porque tudo que se transforma em subsídio para o HELP, cada quilowatt que geramos é uma vida que está sendo tratada, uma vida que nasce. Para a sociedade, isso é uma usina para gerar o melhor”, disse.

O prefeito de Boa Vista, André Gomes, destacou a importância deste projeto para a cidade e a contribuição para a saúde pública.

“É uma alegria imensa receber mais um empreendimento de Dalton Gadelha, que tem feito um trabalho voltado para educação, saúde e medicina. É motivo de satisfação ter em nosso município uma usina que irá abastecer o hospital. Boa Vista está recebendo as duas usinas. O HELP, que nasceu grande, agora vai operar com 100% de energia solar. Estamos fazendo parte desse grande empreendimento”, pontuou.

Já o Diretor-presidente da YellowGreen Paraíba, Alberto Fontes, destacou a importância econômica e ambiental do projeto.

“É um investimento de retorno econômico financeiro muito interessante, dado o preço alto de energia no Brasil, sem contar que é uma energia limpa que ajuda o meio ambiente. Energia solar não produz poluição, gás, ruído. Estamos falando em sustentabilidade, é econômico, é limpo, e é um empreendimento amigo do meio ambiente e da natureza”, concluiu.

Segundo o Diretor da Faculdade de Medicina da Unifacisa, Dr. Diego Gadelha, no universo da medicina, um tema que está em alta é sobre o atendimento médico humanizado. Para ele, este tipo de assistência se contrapõe ao suporte mecânico e tecnicista resultante da “sobrecarga de trabalho, da falta de recursos ou do esgotamento provocado por sistemas de saúde diversas vezes saturados”, explicou. Além disso, o diretor faz ressalvas sobre os riscos que esta realidade pode trazer: “este tipo de atendimento gera mais do que somente a frustração, podendo levar a diagnósticos precipitados ou tratamentos inadequados, colocando em risco, inclusive, a saúde do paciente”, destacou.

A partir desta realidade é possível identificar que a busca por um atendimento que zele pelas particularidades humanas tem estado em destaque como é afirmado na pesquisa da plataforma Doctoralia, onde 63% dos entrevistados usaram o atendimento humanizado como principal parâmetro para escolha de consultas com profissionais médicos. Felizmente, coincidindo com esta busca, o atendimento humanizado também vem sendo pautado já na formação acadêmica dos futuros profissionais da medicina, como é o caso da graduação em Medicina do Centro Universitário Unifacisa. Sendo referência no ensino médico com conceito máximo no MEC, o curso da instituição também oferece uma metodologia pioneira e prática desenvolvida em parceria com a Universidade de Maastricht.

Na Unifacisa a inovação acontece aliando tecnologia e humanização, o que coloca o ensino médico em um posto de referência no Nordeste. Fundada em 1999, a instituição é composta por um conglomerado de empresas segmentadas nas áreas de educação, esporte, cultura, saúde e desenvolvimento social. O Centro Universitário tem uma estrutura de laboratórios de ponta, bibliotecas com acervos físicos e digitais, clínicas-escolas e hospitais. Cada um destes atributos proporciona uma formação completa e socialmente humana que transforma estudantes em médicos e também em cidadãos. Veja mais sobre a Unifacisa.

Dentre os muitos pontos que distinguem o ensino da medicina da Unifacisa com o das demais instituições, um ponto se ressalta: o HELP - Hospital de Ensino e Laboratórios de Pesquisa. Como o princípio da formação médica da instituição é criar um elo entre o médico e paciente por meio do atendimento humanizado, o HELP veio como uma chancela desta premissa. Com uma área construída de 30.000 m², incluindo ambulatórios, 400 leitos de internações, pronto atendimento, 24 salas no centro cirúrgico e obstétrico, centro de imagem, UTI, centro de oncologia, medicina nuclear, hemodiálise, centro de estudos e pesquisas, o hospital é selado com seu porte regional. Cada uma destas e outras qualidades impulsionaram o hospital a conquistar reconhecimento internacional pelo seu excepcional projeto arquitetônico e design que combinam inovação e sustentabilidade. Veja mais sobre o HELP.

No HELP, cada estudante de saúde da Unifacisa tem a oportunidade de praticar com o que há de mais moderno no conceito de atendimentos à população por meio de uma convergência entre a empatia e a capacidade de conectar profissionais aos pacientes. É através destas e muitas outras práticas que a metodologia de ensino da Unifacisa é destacada, uma vez que, por meio dela, o acadêmico em medicina é o protagonista do seu aprendizado e com foco total no desenvolvimento de competências técnicas e humanas. Veja mais sobre o curso de Medicina da Unifacisa.

Para além da graduação, a Unifacisa ainda se preocupa com a educação após o bacharelado em Medicina. Pensando nisso e em continuar capacitando e destacando ainda mais seus egressos médicos por meio da inovação e da humanização, a instituição lançou seu programa de pós-graduação médica onde oferta os seguintes cursos: Medicina do Exercício e do Esporte; Dermatologia; Medicina da Dor; Medicina do Trabalho e também estará ofertando a pós-graduação médica em Psiquiatria. Todas as capacitações buscam proporcionar atualizações condizentes com as exigências das respectivas especialidades através dos componentes teóricos e práticos aplicados no HELP. Além disso, cada uma delas possui as maiores cargas horárias práticas se comparadas aos outros cursos de pós-graduação do Brasil. Os cursos também usam a metodologia centrada no aluno que coloca-o como protagonista do processo de aprendizagem e que o impulsiona ao desenvolvimento de autonomia, responsabilidade e capacidade de tomada de decisões. Veja mais sobre o programa de pós-graduação médica da Unifacisa.

A partir das amostragens de como seguir uma carreira médica e ao mesmo tempo humana, conclui-se que, no que diz respeito a humanização na medicina, vivemos em uma atual transformação gradual em que cada passo na assistência e promoção da saúde destaca a redefinição do papel médico frente à sociedade. Para isso, é essencial que os futuros e atuais médicos estejam sintonizados com estas tendências para continuar legitimando os desafios da profissão, mas, também, valorizando e evidenciando o atendimento humanizado. Para iniciar sua carreira de destaque na Medicina e ter internalizado o atendimento humano, atualizado e seguindo as exigências do setor, faça parte do curso de Medicina da Unifacisa. Veja mais sobre como ingressar na instituição aqui.

Por André Bojim - Assessoria de Imprensa Unifacisa

Preceptora da Unifacisa concluiu mestrado na UFMG por meio do termo de parceria estabelecido entre as instituições

A pesquisa é fundamental dentro de qualquer instituição de ensino superior. É através dos estudos e observações que portas se abrem para descobertas e possibilidades que contribuem para os avanços científicos benéficos para a sociedade. Partindo dessa premissa, a Unifacisa, que é reconhecida por fomentar trabalhos científicos, está investindo cada vez mais na formação acadêmica, através de uma parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O intuito é produzir conhecimento científico e transformar as relações por meio da ciência e educação.

Desde agosto de 2020, muitas dessas atividades são realizadas no HELP (Hospital de Ensino e Laboratórios de Pesquisa). A elevada tecnologia presente no hospital permite que alunos, professores, preceptores e todos os demais membros da Unifacisa e da Fundação Pedro Américo tenham contato com o que há de mais moderno em tratamentos e diagnósticos clínicos. Além de evidenciar o atendimento humanizado, o hospital é referência nacional e também é conhecido por ser a casa de pesquisa e filantropia através da Fundação Pedro Américo, beneficiando milhares de paraibanos.

Dentre as mais de 30 especialidades de atendimentos do HELP, está a que Ligia Cristina Lopes de Farias se especializou: endocrinologia. A médica atua desde 2010. Seu contato com a Unifacisa se deu logo após o término de suas residências, em 2016. Do ingresso à instituição até os dias de hoje, ela continua sendo preceptora e residente na área de clínica médica. Mesmo estando realizada com suas atividades, Ligia sempre buscou novos desafios. A partir dessa pretensão e através dos contatos com os docentes da instituição, a endocrinologista teve conhecimento do termo de parceria entre a UFMG e a Unifacisa, para ingresso no Programa de Pós-Graduação em Ciências Aplicadas à Cirurgia e à Oftalmologia (PPGCO). Apoiada nessa informação, a pesquisadora viu uma oportunidade para agregar teoria à prática através de pesquisas realizadas no Hospital HELP.

Com o incentivo da Unifacisa e do professor Carlos Brandt, a médica concretizou seu sonho e iniciou o mestrado em 2021. “A Unifacisa foi a ponte para a realização desse mestrado médico na UFMG. Meu co-orientador foi o professor Carlos Brandt, que ministrou algumas disciplinas e me acompanhou e orientou durante a construção e execução de todo o projeto. Além disso, o acompanhamento ambulatorial dos pacientes foi feito no HELP, hospital da Unifacisa.”, explicou. 

A recém mestra pela UFMG explicou como procedeu sua pesquisa e como a Unifacisa teve participação nela: “minha tese foi intitulada de ‘Condições Endócrinas e Covid-19: Status de Pacientes Sobreviventes Admitidos em Terapia Intensiva da Cidade de Campina Grande’. Fizemos acompanhamento retrospectivo e prospectivo dos pacientes recuperados de forma grave da Covid-19 para avaliar o surgimento de novas condições endócrinas ou pioras daquelas já existentes. Os pacientes foram seguidos em acompanhamento ambulatorial no Hospital HELP.”, elucidou. 

Com a conclusão do curso, Ligia declarou o que sente e quais são seus novos anseios a partir de agora: “sentimento de gratidão. A realização desse sonho só foi possível graças ao incentivo e apoio da Unifacisa. Agora pretendo continuar me capacitando para servir cada vez mais e melhor aos meus pacientes, alunos, comunidade e à Unifacisa.”, concluiu a médica. 

A história da preceptora reforça o compromisso que a Unifacisa e o Hospital HELP têm em transformar vidas através da abertura de oportunidades que incentivam a pesquisa de maneira humanizada, inovadora e moderna. Para ambas instituições, o incentivo acadêmico fomenta não só a formação de novos pesquisadores, mas, também, é de fundamental importância para o desenvolvimento nacional. É exemplificando casos como esse que, mais uma vez, a instituição cumpre seu propósito de “transformar a sociedade, desenvolvendo as pessoas, cuidando e inspirando o mundo pelo exemplo”. 

Por André Bojim - Assessoria de Imprensa Unifacisa


A Unifacisa e a Fundação Pedro Américo oferecem mais de 40 oportunidades de empregos em Campina Grande. As vagas são destinadas para o Centro Universitário e o HELP - Hospital de Ensino e Laboratórios de Pesquisa. As inscrições são gratuitas e realizadas de forma online pelo site. 

O HELP é uma casa de pesquisa e filantropia através da Fundação Pedro Américo, beneficiando milhares de paraibanos. Os atendimentos médicos são realizados pelo SUS, particular, convênio, em uma mega estrutura que possui certificação internacional, 400 leitos, 3 UTIs (Adulto, Infantil e Neonatal), atendimentos de oncologia, radioterapia, hemodiálise, hemodinâmica, transplantes hepáticos, renais e de córnea, com a mesma consistência e humanização no tratamento.

A primeira etapa está funcionando com 25 ambulatórios atendendo a população através do SUS. A segunda etapa será entregue no final deste ano com a inauguração dos blocos cirúrgicos, UTIs, Enfermaria e Apartamentos.

O coordenador de Recursos Humanos da Unifacisa, Samuel Monteiro destaca as oportunidades e sobre os processos seletivos “ Estamos com o volume um pouco maior por causa do Hospital HELP, que está bem próximo da sua inauguração, portanto estamos com mais vagas abertas. Vamos realizar o processo seletivo compartilhado com consultorias e com o Sine Municipal de Campina Grande. As vagas são para níveis técnicos e superiores, banco de talentos e extensivas para PCD.” Disse.

Confira todas as informações no site.

Oportunidades
Total de vagas: 46

COORDENADOR(A) DE CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
Campina Grande / PB
1 vaga

COORDENADOR(A) DE CURSO DE ENFERMAGEM
Campina Grande / PB
1 vaga

COORDENADOR(A) DE CURSO DE ODONTOLOGIA
Campina Grande / PB
1 vaga

ENFERMEIRO(A) ASSISTENCIAL - HOSPITAL HELP (BANCO DE TALENTOS)
Campina Grande / PB
10 vagas

TÉCNICO(A) DE ENFERMAGEM - HOSPITAL HELP (BANCO DE TALENTOS)
Campina Grande / PB
10 vagas

FATURISTA HOSPITALAR | HOSPITAL HELP
Campina Grande / PB
1 vaga

DESIGNER GRÁFICO | MARKETING
Campina Grande / PB
1 vaga

COORDENADOR(A) DE ATENDIMENTO | HOSPITAL HELP
Campina Grande / PB
1 vaga

ENFERMEIRO(A) SCIH | HOSPITAL HELP
Campina Grande / PB
1 vaga

ANALISTA DE SUPRIMENTOS | HOSPITAL HELP
Campina Grande / PB
1 vaga

COORDENADOR(A) DE ENFERMAGEM PA PEDIATRIA SADT | HOSPITAL HELP
Campina Grande / PB
1 vaga

ENFERMEIRO(A) CENTRO DE IMAGEM | HOSPITAL HELP
Campina Grande / PB
1 vaga

COORDENADOR(A) DE ENFERMAGEM UTI E INTERNAÇÃO PEDIÁTRICA | HOSPITAL HELP
Campina Grande / PB
1 vaga

NUTRICIONISTA CLÍNICO | HOSPITAL HELP
Campina Grande / PB
1 vaga

FISIOTERAPEUTA | HOSPITAL HELP
Campina Grande / PB
1 vaga

FARMACÊUTICO CLÍNICO | HOSPITAL HELP
Campina Grande / PB
1 vaga

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO | GRUPO UNIFACISA
Campina Grande / PB
1 vaga

ANALISTA DE INBOUND MARKETING
Campina Grande / PB
1 vaga

ASSISTENTE ADMINISTRATIVO - FUNDAÇÃO PEDRO AMÉRICO
Campina Grande / PB
1 vaga

ESTAGIÁRIO EM ARQUITETURA
Campina Grande / PB
1 vaga

CONSULTOR COMERCIAL
Campina Grande / PB
1 vaga

TÉCNICO DE SAÚDE BUCAL | CLÍNICA DE ODONTOLOGIA
Campina Grande / PB
1 vaga

ASSISTENTE DE ALMOXARIFADO
Campina Grande / PB
1 vaga

COORDENADOR DE HOTELARIA | HOPITAL HELP
Campina Grande / PB
1 vaga

COORDENADOR ADMINISTRATIVO | HOSPITAL HELP
Campina Grande / PB
1 vaga

COMPRADOR JÚNIOR | HELP
Campina Grande / PB
1 vaga

ASSISTENTE DE DEPARTAMENTO PESSOAL
Campina Grande / PB
1 vaga

ANALISTA DE DEPARTAMENTO PESSOAL
Campina Grande / PB
1 vaga

O ano de 2023 começou com um mutirão de consultas no Hospital HELP. A Secretaria Municipal de Saúde firmou uma parceria com a Unifacisa e o Hospital, da Fundação Pedro Américo, para ofertar mutirões de consultas especializadas. Os atendimentos foram iniciados com ginecologia para as mulheres de Campina Grande.

As pacientes são encaminhadas pelo programa Saúde de Verdade, ou seja, foram atendidas pelos médicos das Unidades Básicas de Saúde ou da rede hospitalar e durante todo o mês de janeiro serão atendidas pelos médicos especialistas no HELP.

Uma das primeiras pacientes atendidas foi a cabeleireira, Solange Fausto, de 46 anos, que achou muito importante a iniciativa das instituições. “Comecei o ano cuidando da saúde. Soube dos atendimentos pelo posto de saúde que frequento no meu bairro, o Tambor, estou aproveitando para fazer meu exame de rotina. É muito necessário esses atendimentos, especialmente para quem precisa vir ao médico e não possui condição financeira. E aqui somos atendidas por uma equipe médica muito boa”, afirmou.

O ginecologista e obstetra do HELP, Giorgi Bella Varga, destacou a importância da mulher cuidar da saúde e da parceria com a Prefeitura Municipal para auxiliar o acesso. “A parceria é muito importante com a Secretaria Municipal de Saúde, as pacientes são atendidas pelos nossos serviços para consultas e para procedimentos como a colposcopia, por exemplo. Elas são encaminhadas pelo posto de saúde do seu bairro, seja por médicos generalistas ou ginecologistas, e recebem atendimentos de forma gratuita. Toda mulher deve se cuidar sempre, importante ter uma avaliação anual por seu ginecologista e desde seu início de vida menstrual e seu início de vida sexual. A partir dos 25 anos, fazer os procedimentos preventivos como a coleta do citológico e estar atento à vida menstrual, observando alguma alteração e procurar um especialista”, pontuou.

Mensalmente acontecerão novos mutirões com outras especialidades, como cardiologia, otorrinolaringologia, reumatologia, urologia, dentre outros, de acordo com as demandas surgidas pelos usuários do Sistema Único de Saúde no município. O programa Saúde de Verdade está transformando a saúde pública municipal, com tecnologia, otimização de recursos, reestruturação física dos serviços e melhoramento do acesso do cidadão aos serviços do SUS em Campina Grande.

Está com dúvidas?

Temos uma turma pronta para te atender!

Conheça mais opções

Fale no WhatsApp

Tire suas dúvidas
Falar agora

Ligar

83 2101 8877
Ligue agora

Deixe uma mensagem

Deixe sua mensagem e nós entramos em contato com você
Enviar mensagem

Repositório Acadêmico

Editais, portarias, resoluções e outros documentos
Acesse agora

Sou Unifacisa

Acesso aos principais ambientes para alunos e colaboradores
Acesse agora

Unidades

Unifacisa - Campus Itararé

Av. Sen. Argemiro de Figueiredo, 1901 Itararé, Campina Grande - PB 58411-020
Abrir no maps

Unifacisa/Esac - Campus Catolé

R. Luíza Bezerra Mota, 200 Catolé, Campina Grande - PB 58410-340
Abrir no maps
CESED - Centro de Ensino Superior e Desenvolvimento Ltda.
© 2024 Todos os direitos reservados.
CNPJ: 02.108.023/0001-40
Tire suas dúvidas
crossmenu