O vestibular TOP 50 da Unifacisa é mais uma oportunidade para estudantes ingressarem em um curso de ensino superior no melhor Centro Universitário do Norte e Nordeste, que dispõe de uma estrutura completa, tecnológica e que conta com uma metodologia de ensino que une teoria e prática desde os primeiros dias de aula. São 50 bolsas distribuídas para todos os cursos de graduação da instituição – com exceção de medicina – que podem chegar até 100% de desconto durante toda a graduação.

As inscrições são gratuitas e vão até o próximo dia 05 de julho. Os interessados devem acessar o site para preencherem corretamente o formulário e, assim, efetivarem a inscrição. As provas acontecerão no dia 07 do mesmo mês, entre 9h e 19h, por meio do link que será enviado 48h antes do início da avaliação. Cada candidato terá até 2h para a conclusão do exame. Serão 30 questões objetivas e divididas igualmente entre temáticas da língua portuguesa, literatura e matemática. 

O resultado com a classificação final dos candidatos será divulgado no site até às 18h do dia 09 de julho. Serão aprovados todos aqueles que obtiverem resultado igual ou superior a 30% do total de pontos do exame. As matrículas acontecerão até o dia 26 de julho na Unifacisa.

Confira o edital completo aqui.

Pela primeira vez a Paraíba estará sediando o Nordeste ON, um evento que busca fomentar a inovação e o empreendedorismo regional, que acontecerá em João Pessoa nos próximos dias 06 e 07 de junho. Durante a manhã e a tarde desta terça-feira (4), a Unifacisa realizou uma das atividades do pré-evento por meio de um tour na instituição que reuniu 100 empreendedores de diferentes startups do Nordeste.

“A participação da Unifacisa faz parte da missão técnica, onde as caravanas de empreendedorismo transitam em ecossistemas de inovação. A passagem do grupo por aqui se dá com o intuito de todos conhecerem como a nossa instituição faz inovação por meio da educação”, declarou Karina Dias, Coordenadora de Inovação e Carreiras da Unifacisa. 

Luis Carlos Alipio é empreendedor no ramo da saúde, em Natal/RN, e comentou sobre suas impressões a respeito do ecossistema Unifacisa: “só a recepção já estava bastante calorosa. A estrutura daqui é incrível e dá para ver que aqui dentro tem vários empreendedores. Os laboratórios de saúde com certeza devem fomentar muitas ideias para as jovens mentes”, disse. Já Isabela Cavalcanti, representante do SEBRAE/RN, destacou que “é muito importante fomentar esse empreendedorismo inovador no setor da educação. A Unifacisa traz a modernidade em questão de ensino e estrutura, e assim ensina aos alunos como  desempenhar suas habilidades de maneira transformadora na sociedade. Isso é muito rico e valoroso”, comentou. 

Durante os dias de evento, a Unifacisa também estará presente com sua própria caravana de alunos dos cursos de tecnologia, como as graduações em ADS, Jogos Digitais, Design Digital e Sistemas de Informação. O grupo vai apresentar suas ideias e startups já desenvolvidas dentro das salas de aula. O momento será oportuno para gerar networking e prover novas ideias.

Os estudantes da Unifacisa interessados em participar da 2° edição do Desafio Unifacisa-Babson College devem se inscrever até o próximo dia 06 de junho. Confira o edital.

Requisitos para inscrição:

Cronograma de atividades: 

Já reconhecido por sua qualidade nos atendimentos filantrópicos, o Hospital de Ensino e Laboratórios de Pesquisa (HELP) se solidifica a cada dia mais como uma referência para a saúde da Paraíba e do Nordeste. O órgão é mantido pela Fundação Pedro Américo (FPA), com 60% dos atendimentos voltados para o SUS e 40% para particular/convênios. Além disso, o hospital tem em seu conceito a pesquisa e a inovação e visa desenvolver os acadêmicos do Centro Universitário Unifacisa com o que há de mais moderno e atualizado no mercado.

Dentre os muitos atendimentos oferecidos pelo hospital está a assistência odontológica também prestada por professores e alunos do curso de Odontologia da faculdade parceira. Os docentes José Eraldo Viana, Isa Jane, Clarissa Camelo, Smyrna Ximenes, Jamesson de Macedo, Igor Figueiredo e Mário César estão ao lado de alguns alunos do 9º e 10º semestre do curso. Os atendimentos oferecidos são os de laserterapia de baixa intensidade através do ambulatório; triagem e avaliação das DTM’s; atendimento aos pacientes em enfermaria; atendimento aos pacientes oncológicos e em hemodiálise; atendimento ao paciente em UTI. Cada uma das assistências acontece por meio das visitas da equipe de alunos e professores a cada um destes setores. Às pessoas que nunca foram atendidas no HELP e se interessaram por um dos atendimentos devem realizar agendamento prévio pelo (83) 3063-9960.

O professor José Eraldo explicou como se dá o atendimento dos pacientes. Segundo ele, “lidamos com quadros diversos, como pacientes com Disfunção Temporomandibular (DTM), dores orofaciais e casos de parestesia pós extração dentária. Os pacientes oncológicos e renais crônicos recebem avaliação das condições bucais, orientações e manejo para evitar o desenvolvimento de possíveis complicações orais. Aqueles com mucosite em decorrência do tratamento oncológico também recebem tratamento com laserterapia. Os internados em UTI são avaliados um a um na busca de focos de infecção na cavidade bucal, presença de lesões, além da qualidade da higiene bucal. Os pacientes com ventilação mecânica possuem quadros críticos e, por isso, a presença da equipe odontológica tem papel fundamental na evolução desses pacientes”, pontuou.

Antes de adentrar os espaços hospitalares os alunos são orientados pelos professores durante cada etapa dos procedimentos. O docente José Eraldo explica que, frente ao concorrido mercado de trabalho, estes estudantes se destacam pelas valiosas experiências oportunizadas com as práticas no HELP. “A Odontologia Hospitalar é a especialidade mais recente da odontologia e só foi reconhecida em janeiro deste ano. O HELP abriu as portas para que os estágios possam acontecer através da prática clínica dentro de um hospital de grande complexidade, onde os alunos conseguem vivenciar os casos que muitas vezes só ouviriam na teoria”, destacou.

Por André Bojim - Assessoria de Imprensa Unifacisa

Após obter resultados exitosos para os alunos de ambas instituições, além de propor iniciativas inovadoras para a saúde paraibana, o Desafio Unifacisa-Babson College, em 2024, chega a sua segunda edição com o intuito de continuar fomentando a inovação e o empreendedorismo na área da saúde. Por meio da Coordenação de Pesquisa e Extensão Universitária da Unifacisa e o Global Health Innovation Lab da Babson College, a parceria internacional também buscará alavancar a aprendizagem baseada na experiência.

Através da atuação de equipes de estudantes em projetos interdisciplinares e interinstitucionais, a iniciativa também fomenta o desenvolvimento econômico e social por meio da identificação e solução de problemas reais. Esta colaboração também é baseada na busca de soluções em tecnologia enquanto cultiva uma cultura em ecossistemas inovadores não apenas para os alunos da Unifacisa e da Babson, mas também para a comunidade em geral que é a principal beneficiada com a ação.

Os estudantes da Unifacisa interessados em participar devem se inscrever entre os dias 16 a 21 de maio. O programa começará a ser desenvolvido só entre agosto e dezembro de 2024. Segundo o coordenador de pesquisa e extensão da Unifacisa, Marcelo Lara, “neste novo ciclo o projeto reforça sua importância, além de fortalecer a parceria entre a Unifacisa e a Babson College. Programas internacionais de cooperação em atividades de extensão são bastante raros no Brasil e é uma grande satisfação que a instituição consiga proporcionar esta oportunidade aos seus estudantes”, concluiu. Confira o edital.

Requisitos para inscrição:

Os estudantes com perfil adequado aos projetos selecionados poderão ser convidados para participar de uma entrevista por meio do endereço de e-mail indicado no ato de inscrição. A relação dos selecionados pela comissão organizadora será publicada no portal da Unifacisa, além de comunicada aos selecionados. 

Cronograma de atividades: 

Visando dar continuidade ao cronograma de atividades que buscam ampliar o conhecimento dos discentes a respeito dos benefícios no Ecossistema, a Unifacisa, por meio do programa “Viver Unifacisa”, lançou o regulamento da “Trilha de Empreendedorismo Jovem 2024”. O material corresponde a uma competição junina, na qual os alunos poderão desenvolver competências relacionadas ao empreendedorismo no evento Viver São João.

Com o tema “Unifacisa Viver São João”, o regulamento lançado pela nova trilha permitirá que todos os alunos regularmente matriculados possam participar com equipes de no mínimo quatro pessoas e máximo de oito pessoas. Será permitido que as equipes sejam compostas por alunos de cursos diferentes no qual um único participante não poderá integrar mais de uma equipe.

A trilha será dividida em cinco fases com diferentes objetivos: 1) Divulgação e inscrição; 2) Encontros presenciais para a modelagem do negócio (Business Model Canvas); 3) Apresentação do Canvas (fase do planejamento) para uma banca avaliadora e realização dos ajustes necessários antes do evento; 4) Realização do Evento Junino (fase da execução); 5) Apresentação do Relato de Experiência com base no Canvas (planejamento x execução) e divulgação da equipe vencedora. Além disso, a conclusão de cada fase buscará resultar no desenvolvimento das seguintes competências:

Competência geral: 

Competências específicas:

As inscrições deverão ser realizadas por meio da plataforma Even3 de 15 a 20 de maio através do link. Tenha acesso ao regulamento clicando aqui.

O HackaTruck MakerSpace é um laboratório tecnológico itinerante que visa capacitar alunos de ensino superior em desenvolvimento Swift, iOS, Cloud Services com ênfase em serviços cognitivos e IoT.

Já conhecido por ser uma iniciativa que projeta capacitação profissional na área de  Tecnologia da Informação de maneira itinerante, o HackaTruck MakerSpace é um projeto de capacitação profissional tecnológica feito para estudantes de Instituição de Ensino Superior, que visa aprimorar a criatividade e a desenvolver protótipos de aplicativos e/ou soluções utilizando as tecnologias mais atuais de linguagem de programação Swift, Internet das Coisas e de serviços cognitivos em nuvem. Durante o período de 08/07 a 09/08 o veículo tecnológico estará estacionado no Centro Universitário Unifacisa para a realização de um curso sobre desenvolvimento de iOS para aplicativos móveis associados com Internet das Coisas (IoT - Internet of Things) em ambiente maker, e ênfase em conceitos e práticas de  serviços cognitivos em nuvem. 

A participação é voltada para os estudantes da instituição que realizarem um curso de ensino à distância e que participarem do processo seletivo disponível no site do projeto. Os participantes com a melhor pontuação serão selecionados para as aulas presenciais no caminhão tecnológico. Todos os concluintes das modalidades EAD e presencial têm direito a um certificado de participação, cada qual com uma carga horária distinta.

O laboratório móvel funciona como uma sala de aula e possui capacidade de 28 estudantes por período. Neste espaço são exercitados a capacidade criativa, o senso crítico, além da vivência da metodologia prática com a criação e o desenvolvimento de protótipos de aplicativos móveis. 

Segundo Karina Dias, gerente de inovação e carreiras da Unifacisa, “estamos muito felizes com a chegada do HackaTruck MakerSpace. Somos referência em formação na área da tecnologia e nossos alunos de ADS, Design, Jogos Digitais e Sistemas de Informação consolidam nossa performance de projetos relevantes. Receber iniciativas grandiosas como a do HackaTruck MakerSpace é oportunizar aos nossos alunos linguagens e aplicações com ferramentas tecnológicas de prática de mercado. Será sensacional, para nossos alunos estar em um ambiente de inovação tecnológica para desenvolver protótipos e aplicações com a IBM e parceiros, práticas para além da sala de aula e laboratórios, viver a criatividade em práticas colaborativas”, destacou. As turmas EAD serão preparatórias e eliminatórias. Os cursos são gratuitos com certificado de horas complementares. Os concluintes da etapa EAD ainda terão a chance de concorrer às vagas presenciais na mega estrutura sobre rodas.

Cronograma:

13/05: Bate-papo com os alunos da Unifacisa e o líder do programa Luís Flávio

09h e 19h - Teatro Facisa

13 a 23/06: Cadastro na plataforma do curso EAD

08/07 a 09/08: Curso presencial na Unifacisa

Saiba mais informações aqui.

Promover uma formação completa por meio da multidisciplinaridade é apenas um dos muitos diferenciais do Centro Universitário Unifacisa. Esse compromisso se dá por meio do pensamento de que este método permitirá aos estudantes um desenvolvimento profissional mais humano, ético e mais aberto às possibilidades que fujam do convencional. Este processo também permite o contato com outras áreas de conhecimento para que, juntos, os alunos possam desenvolver e promover o progresso científico e social. A partir deste fomento, torna-se comum que estudantes de diferentes cursos da instituição se unam para a realização de pesquisas ou aplicações de diferentes abordagens metodológicas. Recentemente, André de Almeida Agra Omena e Ana Raquel Silva Sousa, acadêmicos do curso de Odontologia, ao lado de Filipe de Almeida Agra Omena e Layane Sobreira Bento, acadêmicos do curso de Medicina, publicaram uma pesquisa científica na revista científica RECIMA21.

A produção do trabalho se deu a partir de um debate acerca de um caso de Artrite Idiopática Juvenil (AIJ), onde várias alterações sistêmicas, incluindo na Articulação Temporomandibular (ATM), eram apresentadas pelo paciente. Tais modificações evidenciaram desordens intraorais. “Decidimos realizar um estudo acadêmico que abordasse a interdisciplinaridade entre Medicina e Odontologia. Nosso foco foi avaliar a prevalência e as características clínicas da Disfunção Temporomandibular (DTM) em pacientes com AIJ. Para tanto, conduzimos buscas em bases de dados nacionais e internacionais. Selecionamos 11 artigos que atendiam aos nossos critérios de inclusão. A análise destes revelou que a prevalência média de DTM em pacientes juvenis é de 12%, enquanto outros estudos indicaram uma prevalência de 40% de DTM unilateral em pacientes infantis”, explicaram. A partir da coleta de resultados foi notado a necessidade de uma abordagem multidisciplinar, onde houvesse a visão dos acadêmicos em Medicina e dos acadêmicos em Odontologia.

Os estudantes também destacaram que a participação da Unifacisa se deu em vários sentidos cruciais que culminaram na aprovação e publicação do texto. Segundo eles, “a Unifacisa foi fundamental no desenvolvimento deste projeto ao proporcionar um ambiente acadêmico estimulante, onde a integração entre diferentes áreas do conhecimento é encorajada. A universidade nos ofereceu acesso a mentores qualificados e a oportunidades de discussão e colaboração com especialistas em diversas disciplinas, o que enriqueceu significativamente nosso trabalho. Além disso, o apoio institucional em termos de orientação na redação e submissão de artigos científicos foi decisivo para a aceitação do nosso estudo pela revista”, enfatizaram. Além disso, eles ainda sublinharam que a “Unifacisa tem sido uma grande motivadora no caminho da pesquisa. As experiências com pesquisas acadêmicas e projetos desenvolvidos durante a graduação impulsionaram o interesse de alguns de nós pela carreira docente e pela especialização contínua no campo da pesquisa científica”, concluíram.

O canal que publicou o trabalho dos estudantes é uma revista de renome internacional que possui presença em 76 diretórios e indexações nacionais e internacionais. Nos EUA, a revista está entre os periódicos mais referenciados em congressos e conferências acadêmicas. Já na Índia, a RECIMA21 evidencia dinamismo e a diversidade acadêmica no país. Por meio destes engajamentos, o veículo acadêmico carrega impacto e relevância global por sua alta qualidade na divulgação científica. Ter estudantes da Unifacisa como autores de um trabalho publicado na revista é o mesmo que ter a certeza de que também contribuímos para o desenvolvimento científico do mundo. O compartilhamento de conhecimento é algo fomentado na instituição e ver o que é aprendido dentro dos muros da Unifacisa alcançar escala global é motivo de orgulho para toda a instituição. A diretoria acadêmica celebra estas conquistas e incentiva os estudantes para que estes sigam buscando impactar positivamente cada vez mais a nossa sociedade.

Por André Bojim - Assessoria de Imprensa Unifacisa

A marca da Unifacisa se destaca por seu método de educação visando a inovação para impactar positivamente a sociedade. A instituição investe diariamente em programas que buscam preparar os estudantes para se destacarem no mercado de trabalho. Este compromisso se reflete em ações que vão além das aulas teóricas e práticas, são criadas oportunidades de imersão em ambientes corporativos reais.

Com o objetivo de promover a qualificação profissional, foi instituído o programa "Unifacisa Carreiras". Sob a supervisão de Carolina Gadelha, Diretora de Estratégia e Inovação da Unifacisa, essa iniciativa consiste em um portal dinâmico de empregabilidade, focado no que há de mais atual nas respectivas áreas de atuação dos estudantes. Além disso, o programa funciona como um catalisador na preparação e no desenvolvimento de estratégias para enfrentar os desafios do mercado de trabalho, promovendo oficinas, palestras e minicursos para ajudar os estudantes a identificar suas habilidades e competências e se posicionar de forma assertiva no mercado.

Dentre as muitas atividades desenvolvidas pelo setor, o Fórum de Carreiras foi o grande destaque. No evento acontece o posicionamento estratégico de aproximação do aluno com empresas integradoras como o IEL, Sine, Ciee e CIEPE, além do contato com renomados gestores de empresas nacionais e multinacionais, bem como oficinas e capacitações com premissas de mercado. Ainda é oportunizado a diversos alunos a participação como voluntários em ações e eventos acadêmicos. Desde o início, o encontro buscou realizar diversos networking e o fomento a cultura empreendedora com parceiros institucionais, egressos e alunos de todos os cursos da Unifacisa.

De acordo com a Gerente do setor de carreiras, Karinas Dias, “no ano passado a nossa plataforma realizou mais de 1mil capacitações em currículos do futuro, inúmeras vagas de estágios e parcerias com empresas. Em 2024 estamos fazendo parte do time da Gestão Acadêmica, onde  abraçamos a área de estágio não obrigatório dentro da plataforma, o que dá mais agilidade e segurança a todos os envolvidos. Nossa missão continua sendo fazer o bem educando, conectando os melhores talentos às oportunidades de empreendedorismo e do mercado de trabalho”, explicou.

Diferenciais do Unifacisa Carreiras:

Para participar do Programa Unifacisa Carreiras, clique aqui.

UFPB, UPE e UFCG são as instituições em que os alunos irão realizar suas pós-graduações

O ensino superior da Unifacisa vai muito além da sala de aula. O compromisso firmado pela instituição com os estudantes coloca-os em práticas atualizadas e condizentes com o mercado de trabalho atual desde o primeiro semestre da graduação. Estágios, projetos de pesquisa e extensão, estas são algumas das atividades onde são desenvolvidas as preparações necessárias para que o aluno da Unifacisa se torne um profissional de destaque e sucesso. No curso de Odontologia da instituição, a premissa não foge desta realidade. Com cinco estrelas no MEC (conceito máximo), a graduação dispõe de uma estrutura laboratorial e clínica completas. Além disso, o Hospital de Ensino e Laboratórios de Pesquisa (HELP) é um espaço de privilégio para os alunos – desenvolverem a multidisciplinaridade em práticas reais de trabalho –. Com tantos atributos preparatórios é comum que grupos de egressos alcancem espaços honrosos, como Ana Cecília de Souza Moraes Clementino, Pedro Henrique de Freitas Fernandes e Rebeka Lorena de Araújo Gonçalves que foram aprovados em programas de mestrado.

Os ex-graduandos concluíram seus cursos no ano de 2022 e logo se dedicaram aos processos seletivos das pós-graduações. Cada um deles atribui suas aprovações à boa formação que lhes foi dada na Unifacisa. Segundo Ana Cecília, aprovada pela UFPB, “tive uma vivência acadêmica que vai além da sala de aula, em estágios em unidades básicas de saúde. Eles foram peças-chave para meu desenvolvimento profissional e humano. Além disso, a vivência na clínica escola, que possui uma estrutura de alta qualidade, foi muito proveitosa”, explicou. Para Pedro, aprovado pela UPE, “a Unifacisa contribuiu de maneira extremamente significativa na minha formação profissional como cirurgião-dentista, oferecendo uma combinação de excelência acadêmica, recursos modernos e um ambiente de aprendizado dinâmico. Laboratório pré-clínico e clínica odontológica com equipamentos de alta qualidade, onde pude aplicar os conhecimentos teóricos em situações reais de atendimento ao paciente. Isso me permitiu desenvolver habilidades clínicas essenciais e ganhar confiança em minha capacidade de fornecer cuidados odontológicos”, relatou. Já para Rebeka, aprovada pela UFCG, “tive a oportunidade de aprender e desenvolver tudo que envolve a minha carreira, ampliar meus horizontes com um excelente network, e desenvolver um pensamento crítico em várias situações. Além disso, me foi mostrado diversos campos onde posso atuar e alcançar objetivos”, destacou. 

Quanto ao relacionamento com os professores, cada um dos mestrandos enfatizou que seus docentes foram as principais razões as quais lhes levaram para onde estão hoje: “a forma como nos prepararam, nos dando todo o conhecimento necessário e apoio, e hoje posso sentir o mesmo amor e admiração pela área, assim como eu os via ao nos prepararem para a vivência com atividades reais”, disse Ana Cecília; “o corpo docente é altamente qualificado e dedicado, composto por profissionais renomados em suas respectivas áreas de especialização. Esses professores não apenas transmitiram conhecimento, mas também compartilharam suas experiências práticas, proporcionando dicas valiosas sobre a profissão e orientação individualizada”, sublinhou Pedro; “os professores, sem dúvida, foram um ponto fundamental na minha trajetória. Eles sempre estavam dispostos a me ajudar, tanto em sala de aula como fora dela. Hoje faço especialização em implante dentário e isso se dá em grande parte pela minha paixão que surgiu durante a graduação, tendo professores que me espelho até hoje”, falou Rebeka.

Ana Cecília foi aprovada no Programa de Ciências Odontológicas, Pedro na Pós-Graduação em Odontologia e Rebeka conquistou vaga no Programa de Engenharia de Materiais, e, mesmo sendo estes parte da turma pioneira do curso da Unifacisa, acredita-se que, da graduação, muitos outros egressos obterão vagas em espaços como esse. A Coordenadora do Curso de Odontologia da Unifacisa, Luana Balduíno, se alegra com os feitos e conquistas dos egressos e deseja que “a caminhada de cada um seja repleta de realizações e conquistas. Contem com a Unifacisa sempre”, destacou.

Por André Bojim - Assessoria de Imprensa Unifacisa

Está com dúvidas?

Temos uma turma pronta para te atender!

Conheça mais opções

Fale no WhatsApp

Tire suas dúvidas
Falar agora

Ligar

83 2101 8877
Ligue agora

Deixe uma mensagem

Deixe sua mensagem e nós entramos em contato com você
Enviar mensagem

Repositório Acadêmico

Editais, portarias, resoluções e outros documentos
Acesse agora

Sou Unifacisa

Acesso aos principais ambientes para alunos e colaboradores
Acesse agora

Unidades

Unifacisa - Campus Itararé

Av. Sen. Argemiro de Figueiredo, 1901 Itararé, Campina Grande - PB 58411-020
Abrir no maps

Unifacisa/Esac - Campus Catolé

R. Luíza Bezerra Mota, 200 Catolé, Campina Grande - PB 58410-340
Abrir no maps
CESED - Centro de Ensino Superior e Desenvolvimento Ltda.
© 2024 Todos os direitos reservados.
CNPJ: 02.108.023/0001-40
Tire suas dúvidas
crossmenu