19 de setembro de 2023

Nutrição e a produção científica: docente e aluno do curso publicaram artigo em um livro

O exemplar possui contribuição de alguns especialistas da área e, entre os capítulos, há uma contribuição realizada em parceira entre um aluno e um docente do curso de nutrição da Unifacisa 

O papel da docência vai para além de apenas repassar conteúdos programáticos em sala de aula. Dentro destes espaços, principalmente os universitários, é, também, função dos docentes incentivar e orientar os alunos para que eles alcancem a profissionalização ao máximo. Com este incentivo, cada discente poderá conquistar qualquer oportunidade dentro da sua área de atuação porque estará preparado para tal. Este estímulo e relacionamento entre professor e aluno, em sua grande maioria, tende a render bons frutos como a produção de pesquisas científicas, por exemplo. 

O livro “Modulação Intestinal – Do Sequenciamento Genético à Prática Clínica” teve contribuição do docente Caio Victor Coutinho, do curso de nutrição da Unifacisa, e do aluno Lucas Rios Ferreira Gomes, do mesmo curso. O capítulo “Fitoterapia e Nutracêuticos” foi escrito pela dupla. “Neste capítulo abordamos, com base científica, como a fitoterapia pode auxiliar no tratamento de alguns distúrbios intestinais, como gastrite, dispepsia funcional, doença do refluxo gastroesofágico, constipação, diarreia, entre outros. Ainda trazemos um quadro geral sobre cada distúrbio e sugestões de algumas espécies vegetais e suas posologias para o controle de sintomas dessas condições”, explicou Lucas. 

Para iniciar a produção de um texto científico é necessário, antes de tudo, o levantamento conceitual que é embasado e solidificado por meio de muita leitura e outros recursos que tragam para o pesquisador segurança para escrever. Para pessoas inexperientes, discernir tal função não é fácil e por isso que a presença do professor é tão importante para trazer luz durantes situações como essa. “Recebi o convite do professor Caio no final do 6° período. No início foi bem complicado pelo fato de não ter tanto conhecimento na área e até pouco interesse, porém, o professor me orientou e indicou diversos conteúdos como vídeo aulas e inúmeros artigos para que eu pudesse estudar e me familiarizar mais com o assunto. Com isso, eu acabei criando um interesse pela área. Após já estar mais familiarizado com a área, o professor me instruiu e exemplificou de maneira bem clara a estrutura do trabalho. Todo o processo sempre foi trocando informações com o orientador e recebendo feedbacks ou correções necessárias.”, relatou Lucas sobre o processo de produção do material.

A partir desta experiência, o discente destacou como a publicação do capítulo no livro tem impacto na sua carreira profissional e como, hoje, ele se identifica com a pesquisa científica. Segundo ele, “no início do curso eu não tinha pretensão nenhuma de seguir na área de pesquisa ou acadêmica, agora, tendo mais contato com os professores, minha visão sobre isso mudou completamente e hoje fazer mestrado e seguir na área acadêmica está entre as minhas primeiras opções. Esta experiência foi ótima para meu aprofundamento sobre o tema, além de ter agregado bastante também no meu currículo e de ter despertado meu interesse pela carreira acadêmica.”, encerrou.  

Já o professor e colega de produção, Caio Victor, destacou que “oportunizar a inclusão de um aluno na construção de um artigo para publicação é uma oportunidade valiosa para promover o crescimento acadêmico e profissional desse estudante. Como docente, essa prática é uma forma de proporcionar uma experiência prática e significativa, integrando o conhecimento teórico adquirido em sala de aula com a aplicação direta na pesquisa e na produção científica. Assim, essa oportunidade oferece a ele a chance de desenvolver habilidades críticas, como a capacidade de revisar a literatura científica, coletar dados, analisar informações e sintetizar resultados. Isso não apenas amplia o repertório acadêmico do aluno, mas também o prepara para futuros desafios na área da nutrição. Ademais, ajuda a fortalecer a relação entre professor e aluno, criando um ambiente de aprendizado colaborativo.”, concluiu. 

Dessa maneira, a parceria entre o estudante e o professor em prol de uma produção científica ressalta não só a atenção de um docente em desenvolver academicamente um aluno, mas também evidencia o conceito de transformação social proposto pela Unifacisa para seu corpo discente. Neste caso, esse conceito se dá a partir de uma contribuição científica em que professor e aluno devolveram para sociedade. A prova de que esta devolução tem significativa contribuição social se dá pelo destaque desta em um capítulo de livro onde vários especialistas na temática têm suas considerações sobre o assunto. A Unifacisa, por meio da coordenação do curso de nutrição, no nome da professora Mayra Cavalcanti, celebra feitos como este e instiga cada vez mais parcerias produtivas entre discente e docentes. 

Por André Bojim - Assessoria de Imprensa Unifacisa

Conheça outras novidades da Unifacisa

Veja mais notícias

Confira os Cursos da Unifacisa

Graduação
Pós Médica
Residência Médica
Fellowship

Está com dúvidas?

Temos uma turma pronta para te atender!

Conheça mais opções

Fale no WhatsApp

Tire suas dúvidas
Falar agora

Ligar

83 2101 8877
Ligue agora

Deixe uma mensagem

Deixe sua mensagem e nós entramos em contato com você
Enviar mensagem

Repositório Acadêmico

Editais, portarias, resoluções e outros documentos
Acesse agora

Manual do Candidato

Referente ao processo seletivo 2024.1
Fazer download

Sou Unifacisa

Acesso aos principais ambientes para alunos e colaboradores
Acesse agora

Unidades

Unifacisa - Campus Itararé

Av. Sen. Argemiro de Figueiredo, 1901 Itararé, Campina Grande - PB 58411-020
Abrir no maps

Unifacisa/Esac - Campus Catolé

R. Luíza Bezerra Mota, 200 Catolé, Campina Grande - PB 58410-340
Abrir no maps
CESED - Centro de Ensino Superior e Desenvolvimento Ltda.
© 2024 Todos os direitos reservados.
CNPJ: 02.108.023/0001-40
Tire suas dúvidas
crossmenu