2 de junho de 2023

Odontologia: levando sorrisos e explorando oportunidades profissionais

Coordenador do curso da Unifacisa relatou sobre destaques da área, oportunidades e mercado de trabalho

Toda atuação profissional tem a sua missão. De um modo geral, pode-se dizer que o maior compromisso da odontologia é - literalmente - levar ou devolver o sorriso para as pessoas. Independente da área de atuação, seja ela estética ou clínica, e independente de onde seja executado o tratamento, o profissional que atua enquanto cirurgião dentista sempre faz com que seus pacientes reproduzam sorrisos. A área, segundo o coordenador do curso de odontologia da Unifacisa, Érick Tássio Barbosa Neves, “é extremamente versátil, com possibilidade de trabalho na área clínica, docente, carreira militar e em diversos órgãos estatais, na pesquisa e no campo legal emitindo laudos e realizando perícias.”, elucidou. 

Sendo esta uma profissão com muitas possibilidades de atuação, o professor explicou que a área clínica é a que absorve a maioria dos profissionais em odontologia. Segundo ele, “esses cirurgiões-dentistas dividem-se ainda entre o setor público e privado clínicos. Uma vez que o setor público conta com restrições financeiras e dificuldades de financiamento, quase sempre a atividade odontológica é dupla e passeia entre o público e privado.”, disse. Érick também relatou os destaques atuais para o ramo: “no momento, as especialidades que estão em maior destaque são a harmonização orofacial e a dentística estética. Por outro lado, especialidades tradicionais como a ortodontia, a endodontia e a implantodontia estão sempre em evidência no mercado.”, pontuou.

Para exercer qualquer uma das especialidades citadas pelo professor, é necessário, obrigatoriamente, manter-se atualizado. “Na odontologia, dada a velocidade de novos materiais, técnicas e informações, a necessidade de atualização é potencializada. Assim, o exercício da leitura diária é crucial, sempre estando atento aos jornais e revistas científicas da sua área de interesse e as tendências do mercado.”, esclareceu o coordenador. Nada obstante, para ele, “outra dica é acompanhar nas redes sociais grandes nomes da sua área de atuação. Boas dicas podem sair desse meio, contanto que o profissional ou estudante consiga selecionar o que é adequado ou não. É fundamental a realização de cursos de pós-graduação, além dos cursos durante a graduação. E, vale lembrar que, nunca paramos de estudar. Nesse fato reside a beleza e a dinamicidade da odontologia.”, frisou.

Além de buscar atualizações a fim de conquistar boas oportunidades, outro fator decisivo na profissionalização de um bom cirurgião-dentista é a sua formação. Assim, o professor Érick destaca a formação em odontologia oferecida pela Unifacisa a partir da sua “estrutura laboratorial, clínica e hospitalar que favorecem uma experiência completa ao discente. Além disso, temos professores mestres e doutores com ampla experiência clínica e em sala de aula. Estamos sempre aperfeiçoando nossas práticas didáticas e de ensino, primando pelo ensino baseado em competências e pelo preparo do aluno para o mercado de trabalho.”, destacou. 

O coordenador, ainda, fez ressalvas a respeito da metodologia utilizada na instituição: “a metodologia de ensino baseia-se no ensino por competências, proposto pelas diretrizes curriculares dos cursos de odontologia em sua versão mais atual. Essa proposta visa o enfoque no fazer odontológico, Assim, nosso aluno é parte ativa do processo de ensino e aprende o fazer odontológico praticando desde o início do curso. Nossa proposta de ensino tem como base e pilar desenvolver no estudante a autonomia para uma prática crítica, consciente e responsável da profissão.”, enfatizou.

O coordenador do curso também reforçou que “um dos pontos mais fortes do curso é a oportunidade de realizar práticas no maior hospital do Norte e Nordeste, o HELP (Hospital de Ensino e Laboratórios de Pesquisa). “O HELP favorece aos nossos alunos um campo fértil para práticas e pesquisa na área da odontologia hospitalar. Hoje contamos com ambulatórios odontológicos que tratam e diagnosticam dores orofaciais de difícil manejo e está em planejamento o serviço de fotobiomodulação odontológica que contemplará diversos pacientes, incluindo aqueles que fazem tratamento odontológico e apresentam lesões bucais como as mucosites.”, realçou Érick. E, ainda: “ter um hospital próprio é um privilégio que nosso aluno terá a oportunidade de usufruir, convivendo com professores e equipes multidisciplinares e desenvolvendo práticas de trabalho para o mundo real.”, encerrou o coordenador.

Por André Bojim - Assessoria de Imprensa Unifacisa

Conheça outras novidades da Unifacisa

Veja mais notícias

Confira os Cursos da Unifacisa

Graduação
Pós Médica
Residência Médica
Fellowship

Está com dúvidas?

Temos uma turma pronta para te atender!

Conheça mais opções

Fale no WhatsApp

Tire suas dúvidas
Falar agora

Ligar

83 2101 8877
Ligue agora

Deixe uma mensagem

Deixe sua mensagem e nós entramos em contato com você
Enviar mensagem

Repositório Acadêmico

Editais, portarias, resoluções e outros documentos
Acesse agora

Manual do Candidato

Referente ao processo seletivo 2024.1
Fazer download

Sou Unifacisa

Acesso aos principais ambientes para alunos e colaboradores
Acesse agora

Unidades

Unifacisa - Campus Itararé

Av. Sen. Argemiro de Figueiredo, 1901 Itararé, Campina Grande - PB 58411-020
Abrir no maps

Unifacisa/Esac - Campus Catolé

R. Luíza Bezerra Mota, 200 Catolé, Campina Grande - PB 58410-340
Abrir no maps
CESED - Centro de Ensino Superior e Desenvolvimento Ltda.
© 2024 Todos os direitos reservados.
CNPJ: 02.108.023/0001-40
Tire suas dúvidas
crossmenu